Este jogo é ambicioso – acredito que cada “jogo” dura uma semana, pelo menos” – mas penso que as reações dos jogadores serão interessantes.

Quero que isso seja uma simulação feita para jogador, para interagirem entre si, para entenderem mais da democraria.

Antes de explicar o que pretendo obter, é importante descrever algumas coisas:

  • Simplificando, e muito, há o Presidente e sua Comissão, o Congresso, a Suprema Corte, a Mídia a favor do President, a Mídia contra o President e as Pessoas Comuns.
  • O jogo permite a interpretação de papéis, mas cada função deve ser respeitada, se não especificada que é as Pessoas Comuns.
  • A cada semana, devem ser feitas eleições para Presidente.
  • A cada duas semanas, pelo menos, haverá eleições para o Congresso e a Suprema Corte.
  • Apenas o Presidente interage com o Moderador, que age como outro País: qualquer tipo de acordo ou declaração é feita apenas entre com o Presidente, e o Presidente apenas.
    • O Presidente pode dar a Mídia um relatório das conversas, ou não: cabe a eles decidir o que fazer com isso.
    • O Moderador, como outro País, também pode dar a Mídia um relatório das conversas, verdadeiros ou não.
  • Cada membro da Comissão Presidencial, do Congresso e da Suprema Corte recebe uma tarefa: se feita, recebem fundos. Se não, perdem suporte.
    • A Mídia pode perguntar suas finanças: se não receberem a informação, ou acreditarem que são falsas, podem pedir ao Moderador pelas informações: cabe ao Moderador dar, ou não, estas informações. Quando isso é feito, o Moderador deve anunciar para a Mídia.
  • Como membro das Pessoas Comuns, eles não sabem o que há com os três poderes: cabe a Mídia reportar o que esta acontecendo no “País”.

Este é mais um experimento social que um jogo: quero saber se jogadores podem trabalhar juntos, recebendo poder: em um jogo de interpretação de papéis como este, pessoas podem tomar parte, ou não, de escândalos de corrupção. Se você tem a tarefa de apoiar uma lei controversa, que as Pessoas Comuns não concordam, e você o fizer, você receberá muito dinheiro. Mas, ao mesmo tempo, a Mídia pode usar isso contra você, e dizer: este homem votou para passar uma Lei que ninguém queria, pois foi pago pela empresa XXX.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *