Este é um jogo de ação, onde o personagem é um super herói que pode se teleportar.

Para limitar o jogador, o jogo é baseado na ideia de que o herói trabalha sozinho, usualmente para trazer ao chão criminosos que se trancaram em prédios. Assim, o jogo pode se focar mais em dar aos jogadores as ferramentas para criarem suas próprias histórias.

A única coisa definida na história: o vilão, John Villaine, sabe que o personagem, criado pelo jogador, pode se teleportar apenas para algum lugar que ele viu, então ele sempre trabalhada de forma a não ser visto.

Mesmo com este vilão, acredito que não deve haver uma “história de verdade”: apenas dar aos jogadores o necessário para conversarem entre si e compartilharem suas histórias: “E aquela vez que eu venci aquela gangue sem me teleportar, foi massa ta ligado?” ou “Aquela vez quando eu quase fui morto por aquele cara, ai eu quebrei ele…”

Penso que os jogadores podem ter três abordagens distintas, e não penso que uma delas é a “certa”:

  • Você pode lugar se teleportando entre inimigos, em uma experiência mais “ativa”: penso que isso iria satisfazer aqueles que gostam de jogos de ação, ou jogadores que pensam que os heróis são aqueles na linha de frente. Quando jogam deste modo, o gameplay é muito rápido: você precisa derrotá-los o mais rápido possível. Haveria uma mistura de ataques, golpes comuns, aéreos, combos especiais… Nos relatórios pós-missão, você é visto como um monstro, que pode te pegar em qualquer lugar. Quando o chefe da polícia é perguntando, a resposta é “isso é informação confidencial.”
  • Você pode usar o stealth para ser um fantasma: isso satisfaz mais o público que gosta do stealth, é claro. Ao invés de usar o teleporte para atacar, você o usa para “dar a volta”: há torretas que protegem os criminosos da polícia? Desative-as. Os portões foram fechados pelo computador: Desbloqueie-os. Nos relatórios pós-missão, a polícia tem a glória: “houve um feliz acidente, onde os circuitos na base criminosa…”
  • Ou você pode usar ambos: pessoalmente, acredito que é o mais interessante para se explorar a história. Você iria se teleportar pela área, marcando inimigos, atacando-os rapidamente em seguida. Nos relatórios pós-missão, a situação seria reportada como “algo que ainda estamos investigando”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *