Este é o projeto que foi aceito no último Game Design Challenge, e você pode ver o original aqui.

Como o próprio nome diz, esta é a história da Cartógrafa: uma estudante de geografia, e uma das poucas pessoas vivas na sua Universidade. Por algum motivo, há poucos grupos vivos neste mundo,  normalmente em Universidades e Centros de Pesquisa, mas o mesmo não pode ser dito sobre a própria natureza, pois edifícios e monumentos se transformaram: o que eram florestas hoje são desertos de areia e destroços, e as leis da física foram quebradas, estradas podem subir e descer ao redor dos prédios que ainda estão de pé.

Na Conexão – uma versão melhor da internet -, você foi escolhida para ajudar a reconstrução: você deve viajar pelo mundo, e criar os mapas que permitirão as pessoas o exlporarem. Ela ganhou benefícios, também, quando aceitou a tarefa, como comida, água e lugares para descansar no meio de suas viagens.

O jogo é baseado em três palavras chave: parkour, mapeamento e sobrevivência. Parkout é o seu modo de atravessar o mundo. No geral, os veículos ainda funcionam, mas não são seguros, afinal, ninguém sabe se a estrada é uma estrada “de verdade” ou algo que irá jogar o carro de cabeça para baixo, e é seu dever descobrir isso. Você corre, escala paredes usando sua corda e seu gancho, encontra um bom lugar, faz o mapeamento, desce e continua a jornada.

Mapeamento é seu principal trabalho, e a mecânica que mais vai tomar seu tempo. Durante o jogo, você pode usar seu lápis ou sua câmera. Seu objetivo é encontrar um bom lugar, e replicá-lo no papel. Isso significa que, se você vê algo, deve julgar se vale a pena marcá-lo ou não e continuar a aventura. As diferenças entre o lápis ou a câmera são que o lápis pode ser usado em qualquer lugar: se você está sem papel você pode quebrar alguma coisa e escrever nela, e sempre pode refazê-lo, por exemplo, para corrigir o fato que, ao invés da estrada da direita ser segura, ela é um campo sem física. A câmera, por outro lado, é rápida: basta encontrar um bom lugar e tirar uma foto.

Sobrevivência é o último ponto de sua jornada: como A Cartógrafa, você deve fazer o trabalho pesada, e buscar em mercados e casas abandonadas comida, água e lugares para descansar. Não há inimigos – todos que estão vivos conhecem seu nome e profissão, e respeitam seu trabalho o bastante para não causarem problemas -, mas descansar em prédios é melhor para sua saúde. Você deve equilibrar seu trabalho e sua saúde: se você esta com muita fome, não pode fazer seu trabalho, mas se não entregou boas informações no próximo Centro da Civilização, você pode perder seus direitos nesta sociedade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *