Anteriormente, na primeira parte da ideia, tentei explicar porque este jogo é interessante, como ele iria parecer e algumas ações principais.

Agora, pretendo mostrar os problemas que desenvolvedores enfrentarão se desenvolverem esta ideia, como forma de demonstrar porque é quase impossível de ser feita, e é interessante, para mim, pensar nisso.

Primeiro de tudo, a ideia é baseada em action figures, e é um jogo de ação. Para funcionar, cada figura precisa de articulações que não contrastem com a figura, que permitam os mesmos movimentos para personagens comuns, então a escultura em si também deve ser considerada. Mas, ao mesmo tempo, deve considerar personagens que são diferentes: se são maiores, ou estendem seus membros, ou se separam, a figura deve permitir isso. Acessórios, também, devem ser considerados: como manter todos na figura, para evitar que o personagem os tire do ar, se for o caso.

Então, tem o jogo em si: você precisa balancear os personagens, mantendo em mente suas ações nas franquias originais, se houver uma, com o jogo, e não só isso, como programá-las e fotografá-las. Para fazer um combo aéreo, por exemplo, você precisa do trabalho de tirar as bases ou suporte das fotos, aplicar os efeitos certos… E, de algum jeito, fazê-los interagir com o cenário: eles não podem, se houver um buraco, andar em direção a ele e, do nada, parar.

O balanceamento, entre personagens, não permite que o jogo tenha qualquer tipo de campeonato de luta: haverá personagens que só lutam no corpo a corpo, personagens que atiram coisas, que usam armaduras pesadas, ou lutam sem armadura, ou que voam, que se transformam, que são super humanos… Sendo um hack’n’slash, não é muito problema, mas seria triste ter todo um elenco de diferentes personagens, mas os jogadores usarem um ou dois por serem os melhores, e menos balanceados.

No fim das contas, esta ideia é uma bagunça. Ela precisa do suporte de uma empresa para ser feita, para permitir o uso de suas figuras, também precisa da autorização de empresas quanto ao uso de personagens e marcas, uma equipe capaz de programar um bom hack’n’slash, e também uma equipe capaz de tirar muitas, e digo muitas fotos,  capazes de entender o que é uma boa foto e como melhorá-la, e isso não é simples. Todo o balanceamento, para fazer os personagens únicos, mas darem a impressão de serem parte do mesmo grupo, não é fácil. Todos os efeitos que você precisa para deixar tudo legal: sim, a ideia é interessante, mas entediante se você só anda e ataca, o cenário deve mudar, poeira, sombras, o chão se quebrar… É to tipo de trabalho que não imagino alguém fazendo, mas como disse, é uma ideia muito interessante, que poderia ser extremamente popular se alguém a fizer.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *