Este projeto é a primeira parte de um projeto multimídia que eu gostaria de desenvolver: a peça central é um jogo de tabuleiro, contendo todos os personagens e mecânicas, usando uma visual novel para contar mais histórias sobre estes personagens e, eventualmente, uma animação para desenvolver mais o mundo do jogo. Este projeto é relacionado à visual novel: ao invés de mostrar todos os personagens, irei me focar em dois, e falar um pouco sobre suas interações.

Esta é uma visual novel onde os personagens principais são membros de uma empresa de jogos. Alguns deles se conheciam previamente, outros acabaram de se conhecer, mas todos trabalham juntos no próximo grande projeto.

Estou pensando em algo entre oito e dezesseis personagens principais, não sei ao certo o número exato pois meu objetivo é desenvolver personagens que pareçam reais. Se eu os descrevesse apenas com “ele é um nerd”, ou “ela é uma atleta”, eles não pareceriam pessoas com problemas reais, ou algum tipo de vida. Estes personagens tem histórias, que viveram em suas vidas, possuem experiências, então penso que eles merecem o devido cuidado ao serem desenvolvidos.

A história deste jogo não é sobre romance, ou uma história épica de como eles superarem seus problemas com o poder da amizade. Eu quero fazer ela ser mais sobre as conexões formadas por pessoas que compartilham uma paixão. Claro, há coisas que os moldaram, mas não definem quem eles são. Por exemplo, dois personagens do jogo.

Tem um cara que foi vítima de um acidente alguns anos atrás, e ficou seriamente ferido. Ele tem algumas cicatrizes profundas no rosto, e decidiu usar uma máscara de animal gigante para escondê-las. Pode parecer um estereótipo, ou a única coisa que define o personagem, mas ele não é definido por acidente, ou pela máscara que usa: ele é bem humorado, sério quando precisa, e é um excelente designer de personagens. Ele não é definido pelo acidente em si, não é depressivo ou pensa sobre vingança, ele aprendeu a seguir em frente. A máscara é mais como um suporte, porque ele quer parecer assim, mais amigável e fácil de se aproximar.

E a estrangeira? Ela não fala muito, mesmo sendo aquela que deve manter o progresso de todos registrado. Isso significa que ela teve problemas no passado? Não, apenas que ela não tem certeza se está falando da maneira certa, e tem medo que pessoas irão rir dela. E o cara que falei antes não se importa com isso. Ela viu ele trabalhando na madrugada, ele perguntou se ela queria alguma bebida, e foram para o bar. Isso significa que ele está ok com a ideia de mostrar as cicatrizes no rosto? Isso significa que ela agora é a mais falante do grupo? Não, mas é algo que, se feito certo – eu posso não ser capaz de tornar essa visão uma realidade, mas é válido tentar -, será uma interação genuína, que serve para tornar estes personagens mais que apenas uma coisa em suas personalidades, e mostrar mais deles: como eles reagem? O que eles pensaram sobre isso?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *