Um jogo onde o jogador cria poesias.

Os sistemas são fáceis de entender: se o jogador observar um pássaro ancestral, ele irá criar uma linha. Combinando diferentes linhas, o jogador formará diferentes poesias, e pronto.

No mundo do jogo, o jogador é o mensageiro do Deus Poeta, o último sobrevivente de um evento que forçou os deuses à abandonarem a humanidade. É sua missão, usando suas histórias, fazer a natureza voltar à ser como era antes. Se você precisa fazer os pássaros voltarem, você pode usar linhas famosas, como as dO Corvo, ou combinar algumas suas, usando aquela do pássaro ancestral. Fazendo isso, todos os pássaros retornarão.

Quase que todo o jogo é baseado em um mundo vazio, sem cores, que deve ser preenchido pelo jogador, da forma que ele quiser. Entretanto, para se encaixar com a história, o jogador não pode ir contra a ideia do “melhor para o mundo”, seja permitindo animais a viverem sem predadores, ou criando enchentes e incêndios. O jogador deve tentar seu melhor para não influenciar a natureza, e acabar assim que possível.

É um jogo muito experimental que pode não funcionar se desenvolvido. Ele iria requerer um estilo de arte realmente diferente, capaz de provocar diversas emoções se colorido, mas ser capaz de mostrar ao jogador, se incolor, que cada pequena coisa na cena é uma diferente parte do mundo, que parece “errado”, encorajando o jogador a corrigi-la. O jogo, também, é muito simples: você anda, observa o mundo, abre uma interface e combina as linhas para criar o que quiser. Ele é julgado então pelo sistema, e o jogador desbloqueia parte do mapa, baseado na poesia que fez, baseado em certos critérios. Este é basicamente o funcionamento deste jogo.

Eu imagino este jogo como algo que até pessoas que não jogam muito podem achar interessante. Usando poesias famosas de diferentes autores, é possível encorajar o jogador a buscar o original. Iria funcionar como troféus: se usou linhas dO Corvo, você pode ter o troféu de Edgar Allan Poe. O jogador que não conhece seu trabalho pode achar interessante, baseado no que viu no jogo, e buscar mais trabalhos deste autor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *